ial_bannerparoquia

Notícias

COMUNICADO
DA CONFERÊNCIA EPISCOPAL PORTUGUESA

Em consonância com as indicações do Governo e das autoridades de saúde, a Conferência Episcopal Portuguesa determina que os sacerdotes suspendam a celebração comunitária da Santa Missa até ser superada a atual situação de emergência.

Também devem seguir-se as indicações diocesanas referentes a outros sacramentos e atos de culto, bem como à suspensão de catequeses e reuniões.

Estas medidas devem ser complementadas com as possíveis ofertas celebrativas na televisão, rádio e internet.

Permaneçamos em oração pessoal e familiar, biblicamente alimentada, confiados na graça divina e na boa vontade de todos.

Lisboa, 13 de março de 2020

TODAS AS MISSAS PÚBLICAS ESTÃO SUSPENSAS
A IGREJA MANTÉM-SE ABERTA
NO HORÁRIO HABITUAL
BEM COMO O SERVIÇO DE CONFISSÕES

Comunicado do Pároco

Queridos paroquianos,

Quero dirigir-vos umas breves palavras neste singular dia em que os nossos Bispos decidiram suspender todas as missas públicas em Portugal. Diante desta medida que a todos nos deixa de certa maneira desamparados quero dar-vos ânimo para os dias que se avizinham!

Não teremos possibilidade de estar juntos presencialmente na Missa mas havemos de nos unir com devoção redobrada a Jesus.

Lembro que até informação em contrário a Igreja manter-se-á aberta, bem como as confissões nos horários estabelecidos.

Apelo a todos a que, responsável e ponderadamente, venham à Igreja para rezar. O facto de se manter aberta a maior parte do dia há-de facilitar a que não sejamos muitos aglomerados e assim não estaremos em perigo. Venham rezar junto a Jesus no sacrário e pedir coragem e serenidade. Lembrem-se de todos os que sofrem. Haverá na igreja pagelas com a Oração a São Roque, padroeiro contra as epidemias. Também pode cada um começar a rezar a Novena a São Roque e, claro, a Via Sacra ou outras devoções. Mesmo a oração do terço, estando os presentes prudentemente espalhados pela Igreja, será de grande valor e consolação.

Lembre-se cada um, estando em casa ou na Igreja, de se unir a Jesus e a toda a nossa comunidade sobretudo às 9h e às 18h30, hora a que estaria a ser celebrada a Missa.

Acreditem que vos levarei muito presentes nas minhas orações sobretudo quando estiver na Missa, a consagrar e a comungar, comovido e agradecido, procurando expandir esse amor tão grande que recebo por todos os meus paroquianos e amigos, sobretudo os mais doentes, sozinhos, desanimados e assustados, idosos ou frágeis. Será certamente a quaresma mais marcante da história da nossa Igreja Paroquial. Aproveitemo-la de coração humilhado e contrito.

Seja para todos momento de conversão e que Deus nos conceda fé reforçada, esperança renovada e caridade diligente.

Peço para todos os amigos e paroquianos,
por intercessão de Nossa Senhora do Carmo,
a bênção de Deus
Sempre unidos em Cristo

Padre Duarte Andrade e Sousa